É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo." (Clarice Lispector)

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Assim tudo começa...Fragmentos de lembranças

Eu nasci, no dia 08 de julho, em um hospital que não sei o nome, não sei se nasci de manhã , a tarde, ou a noite.Não sei se chovia , se o tempo estava bonito...
Não sei se fui desejada, esperada ou rejeitada. De qualquer forma, foi-me permitido nascer
meus pais vieram pra Minas quando eu tinha cinco anos, então me considero mineira.
A minha história até os cinco anos de idade, não sei contar.São paginas em branco.
Já que minha mãe morreu quando eu tinha essa idade.
E não tinha tempo pra sentar e contar as coisas da nossa vida.
O que sei é o que me lembro...Poucas coisas da infância e todas elas dolorosas.
Tristes...Aliás nem todas, as brincadeiras com os irmãos eram maravilhosas.
A liberdade de correr pelo mato, de ainda sonhar tudo isso era bom.
Eu era a segunda de quatro irmãos.A unica menina...A responsável pelos outros irmãos.
Eu que tinha que cuidar da casa, do alimento deles, das roupas...
Incrível pensar que uma menina de cinco anos pudesse ir pra mina, com o irmão mais novo  nos braços, e a bacia de roupa escorada nos quadris...mas eram momentos bons.
Em que eu o deixava no poço de agua limpa e cristalina e ia pra bica lavar as roupas...
Os dias passavam rápido...Ficávamos sozinhos o dia todo, minha mãe trabalhava em dois empregos...
Meu pai, falo dele depois...


Sandra



12 comentários:

Everson Russo disse...

Menina, mais um pouquinho dessa sua alma linda, historias de vida, as vezes tristes, as vezes alegres, mas são nossas, nosso suporte ao que hoje somos, assim como voce, se a historia poderia ter sido mais alegre, hoje se fez uma linda mulher de alma serena e coração puro....beijos de carinho pra ti...

Sonhadora disse...

Minha querida

Como amiga do coração, para todo o lado te sigo.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Sueli disse...

Uma coisa eu aprendi e após pensar bastante, cheguei à conclusão que é uma grande verdade: ninguém nasce no lar errado. por pior que possa parecer, é o lugar ideal para se aprender o que se tem que aprender. A Vida tem seus propósitos e, mesmo que não os entendamos, devemos respeitá-los, pois, com toda certeza, ninguém melhor que Ela para entender dEla! Amiga, minha infância também não foi das melhores, pelo menos, era minha impressão na época. mas hoje, sei que eu precisava ter passado por tudo que passei. Também tenho um blog semelhante a este aqui, somente com recordações da infância. Está um pouco desatualizado, mas, se quiseres conhecer, o link é: http://momentosquevalem.blogspot.com/

MEUS PENSAMENTOS disse...

eu também tenho o blog assim ,so que falo mais do dia em si,,,é bom deixar os amigos mais pertinho,bjos!

Ricardo Calmon disse...

DEVASTASTES CAMPOS TEUS,E NUEVO PARISTES,COM A EMOÇÃO E A POÉTICA DE SEMPRE,COMO UMA FÊMEA CAMALEOA,MUTAS,MAS AS CORES REFLETES E ESPELHAS COMO SE FOSSE DOS FENECIDOS BLOGS ORÁCULOS TEUS ,DO AMOR,DA TRANSPARENCIA,DO FEMININO EM PLENITUDE,DA DIGNIDADE,HOJE,BEBEREI E TCHIN PRATICAREI,AVEC CHOCOLAT!
OUI AVEC CHOCOLAT,PRAZER EM ELETRONICA FORMA,QUE SEMPRE AO LER,SAIO PESSOA MELHOS E VEZES AGORA,ME ERGEUE,ME SUSTENTA E,ALEVANTE COMO SE FOSSE,ERVA FEMEA,AVEC CHOCOLAT!

TE AMO PESSOA TRANSLLÚCIDA,AFILHOTA DU MOI

VIVA LA VIE

Pérola disse...

Acompanhando minha linda.
Eu sabia que dentro desse coração morava uma alma bela e sincera.
beijos mil.

Geisa Machado disse...

Juntar fragmentos da nossa história significa costurá-los entre si e dessa forma podermos nos tornar mais próximas de ser inteiras. É como fazer uma colcha de retalhos, quando todos os pedaços estão costurados a colcha está pronta para envolver e aquecer.
Sucesso neste seu novo blog querida.
Bjussss

Phivos Nicolaides disse...

Muito lindo texto e emocional cheio de sentimentos e vida! Você é um concurso tão querida e alma. Desejamos-lhe um bom começo novo com o seu blog encantador. muitos beijos e desejos.

Marilu disse...

Querida amiga, o principal dessa história é que você enveredou pelo caminho certo, que por mais difícil que tenha sido sua infância você trouxe consigo valores que se levam para o resto da vida. Você é uma pessoa vitoriosa. Beijocas (adorei o blog)

Majoli disse...

Apesar de estar afastada do blog, não poderia deixar de vir conhecer teu novo blog, convite irrecusável.
Está tudo muito lindo e com certeza será um SUCESSO, pois você conquista os corações.
Boa sorte!!!
Amo você.
Beijos enormes no ♥

Elaine Barnes disse...

Pegar o fio dessa meada e desenvolver dessa forma escrita tão brilhante e envolvente ,me faz ter mais orgulho ainda de ter te conhecido amiga. Vá em frente. Depois de tudo costuradinho verá o resultado no teu "eu". Concordo com a Sueli: Tudo está certo como está.
Montão de bjs

Pérola disse...

Vc foi desejada sim,tenho certeza disso mas...independente disso o fato é que desse parto nasceu uma pessoa maravilhosa.
Beijos...